Qual a melhor máquina de tatuagem: rotativa ou bobina?

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A avaliação sobre a melhor máquina de tatuagem, Rotativa ou de Bobina, pode começar pela durabilidade e de cara entra o quesito peso. A explicação pode estar na ideia de que uma máquina terá mais durabilidade por ser mais pesada, como acontece com a de Bobina. Mas vale ressaltar que a durabilidade pode estar mais ligada aos cuidados que o tatuador tem com ela.

Nesse caso, o peso da máquina de tatuagem pode ser considerado uma vantagem, incluída também na hora de realizar o traço, mas tudo depende da habilidade do profissional. As de Bobina pesam consideravelmente mais que as máquinas Rotativas.

Ainda na linha dos cuidados, a máquina de tatuagem praticamente não necessitam de regulagem, enquanto as de Bobina já foram apelidadas de “temperamentais” pelos tatuadores experientes, pois podem funcionar por muito tempo sem regulagem, mas de uma hora para outra vão dar sinais de que precisam dela, geralmente quando perdem um pouco da precisão.

De acordo com os especialistas, a máquina de tatuagem Rotativa tem mais versatilidade do que a de Bobina, principalmente quando se usa cartuchos, que tornam a tarefa dos traços bem mais fácil. Além disso, a mesma máquina pode servir para traço, pintura, sombreamento, e outros procedimentos, enquanto que no caso de Bobina raramente se encontra alguém que use a máquina de traço para pintura. O risco de ferir a pele além do necessário é bem grande.

No que diz respeito ao trabalho de sombra, tanto a de Bobina quanto a Rotativa desempenham seu papel muito bem, dependendo da mão de quem faz. No entanto, a máquina de tatuagem Rotativa agride menos a pele e dá mais tempo ao especialista para realizar o trabalho. Na pintura acontece a mesma coisa e a melhor opção acaba sendo a Rotativa, segundo os tatuadores.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Força nas cores

Apesar de ser considerada mais lenta para pintura do que a máquina de tatuagem de Bobina, a Rotativa é boa com as cores, deixando-as mais bonitas e brilhantes, segundo os mais experientes, como nos casos de degradê, aquarela ou realismo, nas trocas de cores mais sutis, no sombreado da imagem de um rosto, trazendo os efeitos de forma mais suave do que a de Bobina.

A força da aplicação da máquina de tatuagem Rotativa é muito maior do que a de Bobina. No que diz respeito à vibração, os equipamentos de Bobina, principalmente de alumínio, podem atrapalhar um pouco na hora de fazer os traços, comprometendo o resultado na tatuagem. Isso não quer dizer que alguns modelos das Rotativas não vibrem também, é preciso cuidado.

Para concluir, os especialistas são quase unânimes em afirmar a quem está iniciando na profissão que a máquina de tatuagem Rotativa é a melhor escolha, pois ela facilita o trabalho. Além disso, ela já vem com regulagem, é só seguir o padrão do fabricante para conseguir um bom resultado.

Quanto ao preço, antigamente a máquina de tatuagem Rotativa era bem mais cara do que a de Bobina, por causa do grande movimento de lançamentos no mercado. Hoje os preços já são mais compatíveis, embora algumas máquinas, tanto Rotativas quanto de Bobina, ainda demandem investimentos mais elevados. A busca por bons equipamentos a preços equivalentes pode trazer bons resultados, restando ponderar outros itens na hora da escolha.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Entre as sugestões de máquina de tatuagem, destacam-se os modelos da líder de mercado Cheyenne, que podem ser encontrados na única loja autorizada no país, a Tattoo Loja:

Cheyenne Hawk Spirit – Trata-se de uma máquina de tatuagem pequena, robusta, silenciosa e leve, com peso real de aproximadamente 90 gramas. Ela oferece conforto para o trabalho, acomoda-se facilmente na mão do tatuador e tem a operação bastante intuitiva.

A máquina se ajusta a cada movimento de mão, sendo indicada para tatuagens de alto nível em preto e cinza. Há ainda a opção Cheyenne Hawk Spirit +Grip.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Hawk Thunder – Leve e ergonômica, com força considerável, essa máquina de tatuagem conta com o motor DC Precision que proporciona uma baixa vibração, aumentando o número de batidas, o que permite o trabalho pesado sem fadiga e com precisão.

O modelo permite escolher entre dois GRIPs: 25 mm e 22 mm (padrão), para um bom manuseio e conforto nos procedimentos. Simples de limpar, ela proporciona um trabalho seguro e higiênico. Com essa máquina, as pinturas, linhas e sombras ficam mais fáceis de fazer.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Hawk Pen – Uma das máquinas mais vendidas atualmente. a Pen está entre a HAWK Thunder e a HAWK Spirit. Ela une os benefícios de ambas as máquinas de tatuagem, podendo ser usado para pontos, linhas, sombreamento suave e preenchimento colorido.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Sol Nova – A SOL Nova permite frequências de operação de apenas 25 Hz, o que é perfeito para trabalho com pontos e técnicas de sombreamento. O formato extremamente curto torna esta caneta de tatuagem bem equilibrada, menos pesada na parte de trás e, portanto, bem adequada para tatuadores com mãos menores.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Sol Luna – A SOL Luna permite uma frequência de operação de apenas 25 Hz, ideal para o trabalho com pontos e técnicas de sombreamento. Com seu curso de 2,5 mm, é a máquina de tatuagem perfeita para transições suaves, sombreamento em preto e cinza e trabalhos com realismo em cores.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Sol Terra – A SOL Terra permite uma frequência de operação de apenas 25 Hz, ideal para o trabalho com pontos e técnicas de sombreamento. Com seu curso de 4 mm, é a máquina de tatuagem ideal para linhas ricas e coloridos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Gostou do artigo? Saiba mais em https://tattooloja.com.br/maquina-cheyenne